2011-02-12

saudade

cada vez que vou ao Porto dá-me sempre aquela sensação de regresso a casa. não porque eu tenha nascido lá. não. mas porque lá rolaram os episódios que marcaram a minha vida para sempre. a paragem no semáforo faz-me abrir o vidro do carro e inspirar o ar poluído, deliciosamente misturado com o cheiro da chuva que começa a cair. inspiro com a sensação de renovação. inspiro com a sensação de carregamento das baterias. abro a porta de casa, semi-vazia, mas cheia de recordações. nas paredes ainda restam alguns quadros que por lá deixei. saio para comprar pão na padaria do costume. até parece que nunca de lá saí. revejo alguns vizinhos. volto a entrar em casa. a mesma sensação. saudade. muita. limpo o pó ao pouco que resta por lá. à noitinha fecho a porta de casa, páro por um instante e oiço o seu silêncio. é tempo de regressarmos ao sítio que escolhemos para viver o resto da nossa vida.

2011-02-10

Parabéns para o meu filho

Hoje o nosso amor cá de casa está de parabéns. Já está a ficar um homenzinho, é certo. O tempo passa tão depressa que parece que foi ontem. Recordo esses momentos e esses dias com todos os pormenores. Já falamos deles vezes sem conta e é sempre bom recordar. Hoje é dia de aulas e não vai haver festinha, mas no fim-de-semana conto ter os amiguinhos do meu filho a encher-me a casa de risos e traquinices de crianças. Ser pai ou mãe talvez seja uma segunda oportunidade para se ser criança, e é mesmo verdade.

Há um ano atrás escrevi isto.

2011-02-07

sai uma queixinha...

mais concretamente para os fabricantes portugueses de cereais de pequeno almoço. Meus senhores façam lá o favor de serem mais sensíveis com a saúde dos portugueses. Exatamente, estou a falar do sal em excesso que colocam nos cereais de pequeno almoço. São salgadíssimos. Por isso retirem lá esse malandreco dos cereais, se fazem favor. Retirem-no completamente. E não é preciso preocuparem-se com o paladar, porque esse educa-se. E todos nós ficamos a ganhar. Desde quando o doce precisa de sal? Desde nunca. Há cerca de 15 anos que cozinho de tudo um pouco, incluindo doces e companhias limitadas e nunca coloquei uma pedrinha de sal que fosse em tudo que leva açúcar. E tem saído tudo deliciosamente bom.

2011-02-06

leite de soja

Recentemente aderi ao leite de soja. Não é fácil, inicialmente, gostar do seu sabor um tanto estranho. Mas com o tempo aprendi a gostar. De todas as marcas, o mais saboroso que encontrei no mercado foi o da marca branca pingo doce, que custa 0,99 euros. Este leite tem a vantagem de ser bastante leve e tem 0% de colesterol, ao contrário dos outros leites ditos "normais". Pois, eu, felizmente, não tenho colesterol , mas há que prevenir. Nunca se sabe o dia de amanhã!